28 de novembro de 2016

Como ter sucesso na vida?

Para quem tiver paciência de ler, deixo este texto escrito por mim há dias, dedicado a uma equipa que treinei, até ao final da primeira fase competitiva.

Muitos de nós tentamos a resposta à pergunta: Como ter sucesso na vida?

E porque a vida é um conjunto de "vidas", família, escola, trabalho, amigos, etc... não é uma tarefa fácil, certamente.

Talvez por isso Richard St. John, obcecado por encontrar a resposta para a tal pergunta, entrevistou várias pessoas importantes na sociedade, entre elas Bill Gates, para saber o que fizeram para alcançar o tão almejado objetivo.

A conclusão é que nem todas as pessoas conquistam o sucesso da mesma forma, e depois de anos de pesquisas e entrevistas a grandes exemplos do mundo inteiro, Richard St. John chegou a uma lista com oito características que todas as pessoas de sucesso têm e que eu decidi resumir.

1. Paixão
Para ter sucesso temos que fazer tudo com paixão, para que aquilo que temos que fazer não se torne numa obrigação, mas em prazer. Por isso, diz, que só há uma forma de ter sucesso que é ser/estar absolutamente apaixonado pelo que se faz.

2. Pulso firme para trabalhar
Não podemos ter medo. Temos que encarar qualquer desafio, porque não existe nada que valha a pena que seja fácil de conseguir.

3. Foco
Escolher o objetivo e dedicar-mo-nos a ele 100%. É importante saber onde se quer chegar e manter o foco nessa escolha.

4. Hábito de se obrigar a si mesmo
Nós podemos fazer sempre mais, seja mental ou fisicamente. Temos que nos "obrigar" a ir mais além, a conquistar mais, fazer mais e melhor. Um resultado bom só é um resultado bom hoje, agora. Amanhã ele vai ser ultrapassado, pois vai aparecer um novo e mais exigente desafio para ser ultrapassado.

5. Busca constante por novas ideias
Perguntar, pesquisar, observar. Quanto mais desafios e caminhos percorrermos, maiores são as possibilidades de estabelecer novas conexões entre as coisas e chegar a um caminho novo, descobrindo coisas que ninguém descobriu ainda.

6. Persistência
Desistir? Jamais.

7. Obsessão por fazer algo de valor
Produzir algo de valor, que faça a diferença na vida das pessoas.

8. Necessidade constante de melhorar, melhorar e melhorar
Não nos devemos acomodar. Mesmo que se tenha alcançado algum resultado bom, não devemos parar por aí. Temos que acreditar, sempre, que podemos fazer melhor.

Ora, se juntarmos todas as características de que falei, ou seja, se formos apaixonados pelo que fazemos, ter o pulso firme para trabalhar não vai ser um problema. Estabelecendo o foco, forçando o corpo e a mente a irem mais longe, na busca de novas ideias, com vontade de fazer melhor, sempre... O sucesso poderá estar ali, ao virar da esquina!

Façam um favor a vocês mesmos: nunca desistam daquilo que vocês acreditam.

Este meu texto culmina com o slogan que escolhi para a equipa de Sub14F e que, permitam, tenho o prazer de o partilhar convosco para que possam perceber que trabalhei com paixão, focado no objetivo comum, acreditando ser capaz de ir mais longe e em fazer melhor, porque nunca conheci as palavras "impossível" ou "desistir".

E porque nada se consegue sozinho, escolhi este slogan: "SEMPRE juntos, até onde o sonho nos levar".

Slogan que seguirei para outros projetos que me venham a ser confiados, porque acredito que Vamos todos, sempre juntos!

26 de janeiro de 2016

Olhar as palavras

Há muito, desde agosto de 2015, que não visitava este espaço de escrita e partilha de pensamentos e ideias.

Hoje deu-me para brincar com as palavras. É uma coisa fácil de fazer... se não é parece... usar palavras e dar-lhes outros sentidos ou significados, com ou sem graça. É, até, uma prática recorrente, usada por diversas pessoas, quer as mais mediáticas, quer os anónimos, onde me incluo-o.

Vou pensar numa... por exemplo "olhar".

Quanto vezes olha-se para o que não se quer ver? Abrem-se os olhos e olhamos a vida. Há provérbios, como «Pior cego é o que não quer ver». Ou expressões do tipo «estás olhar para o dia de ontem?».

Em Peniche há algumas frases engraçadas, como «Estou a ver e não te vejo». As mães, por outro lado, quando nos portamos mal dizem-nos, «Eu nem te estou a ver bem!».

No desporto costuma ouvir dizer-se que «o árbitro não viu porque não quis ver».

E quando nós, homens, olhamos uma miúda gira dizemos que estamos a lavar as vistas.

Para mim o que realmente importa é verdadeiramente olhar para a vida, todos os dias, de olhos nos olhos!

Algumas frases sobre "Olhar":
“Se não quer que eu veja sua alma, não olhe nos meus olhos.” - WESLEY D'AMICO
“Como somos crianças! Que valor damos a um olhar! Ah! Como somos crianças...” - GOETHE
“As mais lindas palavras de amor, são ditas no silêncio de um olhar.” - LEONARDO DA VINCI
“Os olhos olham, e por verem tão pouco, procuram o que deve estar faltando e não encontram.” - JOSÉ SARAMAGO
“Não basta ver para ver, é necessário olhar para o que se vê.” - PADRE ANTÓNIO VIEIRA
“Há mais perigo em teus olhos do que em vinte espadas!” - WILLIAM SHAKESPEARE

10 de agosto de 2015

Chegou a hora de mudar!

Sou de um país onde o povo não se cansa de escolher sempre os mesmos, onde quem tem assento parlamentar, mesmo que em minoria, tem e não rejeita mordomias principescas, porque o povo é pacífico e aceita tudo, com tranquilidade.”

Sou de um país que tem os cofres cheios, onde o desemprego [NÃO] baixou.” 

CHEGOU A HORA DE MUDAR! 
DIA 4 DE OUTUBRO, 
Em vez de votar na cabine da direita, vote na da esquerda!

10 de julho de 2015

A Lei e a Justiça servem para defender a dignidade, que não se negoceia

Quando não defendemos os nossos direitos, perdemos a dignidade e a dignidade não se negoceia.

Alguns dos meus amigos e colegas de curso, recordam-se, certamente, desta pequena mas inquietante história. 

Para quem não a conhece, lanço o desafio de a ler e no fim, penso eu, ficará esclarecido sobre para que servem a Lei e a Justiça.

Imaginem-se numa sala, prontos para o primeiro dia de aulas.

29 de junho de 2015

Ensaio sobre um desafio político

Imagem DR
O desafio lancei-o em primeiro lugar a mim próprio. Depois, ainda antes de escrever, partilhei a intenção com os meus leitores. E agora, cá vai, um ensaio político que se pretende desvinculado de partidos e ou de pessoas ligadas aos partidos ou mesmo independentes que se vejam como candidatos nas próximas eleições autárquicas em Peniche (entenda-se candidatos a Presidente do Município), ainda mais quando estamos a dois anos de distância.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...