Olhar as palavras

Há muito, desde agosto de 2015, que não visitava este espaço de escrita e partilha de pensamentos e ideias.

Hoje deu-me para brincar com as palavras. É uma coisa fácil de fazer... se não é parece... usar palavras e dar-lhes outros sentidos ou significados, com ou sem graça. É, até, uma prática recorrente, usada por diversas pessoas, quer as mais mediáticas, quer os anónimos, onde me incluo-o.

Vou pensar numa... por exemplo "olhar".


Quanto vezes olha-se para o que não se quer ver? Abrem-se os olhos e olhamos a vida. Há provérbios, como «Pior cego é o que não quer ver». Ou expressões do tipo «estás olhar para o dia de ontem?».

Em Peniche há algumas frases engraçadas, como «Estou a ver e não te vejo». As mães, por outro lado, quando nos portamos mal dizem-nos, «Eu nem te estou a ver bem!».

No desporto costuma ouvir dizer-se que «o árbitro não viu porque não quis ver».

E quando nós, homens, olhamos uma miúda gira dizemos que estamos a lavar as vistas.

Para mim o que realmente importa é verdadeiramente olhar para a vida, todos os dias, de olhos nos olhos!

Algumas frases sobre "Olhar":
“Se não quer que eu veja sua alma, não olhe nos meus olhos.” - WESLEY D'AMICO
“Como somos crianças! Que valor damos a um olhar! Ah! Como somos crianças...” - GOETHE
“As mais lindas palavras de amor, são ditas no silêncio de um olhar.” - LEONARDO DA VINCI
“Os olhos olham, e por verem tão pouco, procuram o que deve estar faltando e não encontram.” - JOSÉ SARAMAGO
“Não basta ver para ver, é necessário olhar para o que se vê.” - PADRE ANTÓNIO VIEIRA
“Há mais perigo em teus olhos do que em vinte espadas!” - WILLIAM SHAKESPEARE

Sem comentários:

Enviar um comentário

Por opção pessoal, o exercício da liberdade de expressão é total nas caixas de comentários abertas ao público, disponibilizadas no meu blogue, estando apenas vedadas, e a partir desta data, aos anónimos, pois como se trata de um blogue pessoal entendo que não faz sentido que não se saiba quem gosta ou não das minhas publicações.

2013.02.07